Todos os dias Deus quer nos surpreender, quer nos contar seus segredos e agir em todas as áreas de nossas vidas. Tenho andado com Ele e experimentado da Vida que Ele me comprou... Venha comigo desfrutar do Amor de Deus a cada manhã!

sábado, 10 de dezembro de 2011

Uma palavra de Oferta


Na história do povo hebreu nós vemos que o templo do Senhor foi construído e reconstruído por três vezes.
Na primeira vez, Moisés foi direcionado a edificar uma tenda, um lugar de adoração e sacrifício, um lugar onde Deus se encontraria com seu povo, a Tenda do Encontro.
Para essa obra o Senhor dá direção à Moises para pedir contribuição do povo:




“Separem dentre os seus bens uma oferta para o Senhor. Todo aquele que, de coração, estiver disposto, trará como oferta ao Senhor...” 
Êxodo 35:5
“e todos os que estavam dispostos, cujo coração os impeliu a isso, trouxeram uma oferta ao Senhor para a obra na Tenda do Encontro, para todos os seus serviços e para as vestes sagradas.” 
Êxodo 35:21

Esta passagem nos ensina dois princípios da oferta:
1)     Toda oferta é oferecida conforme a necessidade específica da obra
2)     A oferta vem de um coração disposto e voluntário

Ouve uma segunda vez em que o templo foi construído.
O Rei Davi desejou oferecer a Deus um lar, uma habitação, um templo onde ele e seu povo pudessem adorar e oferecer sacrifícios ao Senhor. Deus aceitou a dedicação, mas determinou que quem construiria o templo seria Salomão, filho de Davi.  Como Salomão era jovem o Rei decidiu prepara todo o material necessário para a construção.

Em I Cronicas 29, o Rei Davi nos ensina mais dois princípios da oferta:
1)     O líder será sempre um referencial nessa prática
Além disso, pelo meu amor ao templo do meu Deus, agora entrego das minhas próprias riquezas, ouro e prata para o templo do meu Deus, além de tudo o que já tenho dado para este santo templo. 
1 Crônicas 29:3
Davi foi o primeiro a contribuir para a construção do templo, e sua atitude motivou seus liderados a fazerem o mesmo, e isso gerou disposição no coração do povo para ofertar segundo as suas capacidades.

2)     Alegria ao ofertar
O povo alegrou-se diante da atitude de seus líderes, pois fizeram essas ofertas voluntariamente e de coração íntegro ao Senhor. E o rei Davi também encheu-se de alegria. 
1 Crônicas 29:9

Mas o belo templo construído por Salomão foi destruído.


Foi no tempo do profeta Ageu, que o templo foi reconstruído. Em Ageu 1 lemos que o Senhor observou que seu povo estava andando por seus próprios caminhos, aplicando seus tesouros de forma egoísta, por isso suas mãos reteram as chuvas, secaram a terra e permitiu a fome, a nudez e a pobreza.


Nessa palavra Deus pede para o povo voltar-se à construir o templo e não se preocupassem com suas próprias coisas.


Sabemos que Deus não estava preocupado em possuir um templo, ou uma habitação luxuosa na terra, a bíblia testifica que nosso Deus não habita em tendas, nem em templos feitos por mãos (At. 17:24).


Deus não estava preocupado com a qualidade do templo que seria edificado, mas sim com os caminhos que o povo estava aplicando seus corações. Eles se esqueceram de buscar primeiro o reino de Deus e receber as demais coisas como recompensa da infinita misericórdia de Deus.


O Senhor estava preocupado, com o povo! Pois estavam cuidando das demais coisas e se esqueceram do Reino de Deus... e por isso estavam vivendo sem prosperidade.

Essa palavra nos ensina o princípio mais difícil da oferta:

1)     Aplicar nossos tesouros primeiro no reino de Deus


Passamos muito tempo aplicando nossos corações nas preocupações financeiras, gastamos nossos tesouros com coisas que não nos trazem retorno algum. Quando na verdade o próprio Jesus nos deixou essa lição “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.Mateus 6:33.

Aprendemos que prosperidade é ter o suficiente. Então se está faltando é porque tem algo errado!

Em Ageu, vemos que Deus precisou reter a provisão, permitir que eles passassem necessidade para mostrar ao povo que estavam aplicando seus esforços nas demais coisas e se esqueceram das primícias.

Não espere faltar na sua dispensa para perceber que é necessário ofertar!

Discipuladora Mari 

8 comentários:

Anônimo disse...

PARABÉNS MARI, ABENÇOADA PALAVRA!

Anônimo disse...

Palavra direta do trono , parabens

Pr. Ricardo disse...

Que o Senhor Jesus continue derramando sobre sua vida Mari (se assim me permite chama-la), já contemplo o grande numero de lideres saudaveis que estão sendo gerados por ti!

Anderson Souza disse...

Amém.
Gostei da Palavra.
Vou usar na Minha Célula hj.
Eu vou dar a Palavra de Oferta ;)

Hyann Carlos disse...

Palavra maravilhosa..meus parabens mesmo!

Anônimo disse...

Parabens por essa palavra maravilhosa.

Fabrícia Alves Gama disse...

Palavra de benção para nossos corações..Vou dar a palvra de oferta hj na célula..e Deus me mostrou essa!

Anônimo disse...

Parabens..palavra abencoada mesmo...Senti muito forte em passar a mesma mensagem hoje em uma Base celular..

Que a cada dia Deus possa te fortalecer mais e mais para que essa sua obra nao pare nunca..